top of page

Bolsas europeias recuaram diante de dados econômicos locais

Os mercados europeus fecharam em queda nesta segunda-feira (05). Investidores digeriram o rali nos EUA de sexta-feira (02) – que decorreu do payroll com dados mistos e da aprovação do acordo do teto da dívida pelo Congresso – e dados econômicos locais.



O Índice de Preços ao Produtor (PPI) da Zona do Euro mostrou desaceleração significativa no indicador em abril, com um aumento anual de apenas 1%, em comparação com o ganho anual de 5,5% registrado em março.


Esse resultado ficou bem abaixo das expectativas dos analistas consultados pela FactSet, que previam um aumento anual de 1,7%. Além disso, a leitura de março foi revisada para baixo, antes registrada como 5,9%.


Na comparação mensal, o PPI do bloco registrou uma queda de 3,2% em abril. Nesse caso, a projeção do mercado era de uma queda menor, de 2,8%.


Também na Zona do Euro, o Índice de Gerentes de Compras (PMI) composto, que engloba os setores industrial e de serviços, registrou queda, passando de 54,1 em abril para 52,8 na leitura final de maio, atingindo o menor nível em três meses.

Esse número ficou abaixo da leitura preliminar e das expectativas dos analistas consultados pela FactSet, que eram de 53,3 em ambos os casos.

Os PMIs acima da marca de 50 indicam que a atividade econômica no bloco continuou a se expandir no mês passado, apesar das quedas.


Na Alemanha, houve uma diminuição no PMI composto. O índice recuou de 54,2 para 53,9 durante o mesmo período. A estimativa inicial indicava um leve aumento, atingindo 54,3.



No Reino Unido, o PMI composto também registrou uma queda, passando de 54,9 para 54 em abril e maio, respectivamente. Essa leitura ficou acima da estimativa inicial, de 53,9, e está em linha com o consenso da FactSet.

Em paralelo, a presidente do Banco Central Europeu, Christine Lagarde, reconheceu nesta segunda-feira “sinais de moderação” no núcleo da inflação na Zona do Euro, mas alertou que é muito cedo para dizer que o indicador já passou por seu pico.

Os comentários da presidente provavelmente consolidarão as expectativas do mercado de mais aumentos nas taxas de juros do BCE neste mês e no próximo, apesar da queda acentuada da inflação em maio.


“Os últimos dados disponíveis sugerem que os indicadores de pressões inflacionárias subjacentes permanecem altos e, embora alguns mostrem sinais de moderação, não há evidências claras de que a inflação subjacente tenha atingido o pico”, disse Lagarde aos legisladores europeus.


🇩🇪 DAX -0,54%

🇫🇷 CAC -0,96%

🇬🇧 FTSE -0,10%


TRADE NEWS Isa Morena Vista - 05/06/2023 - 2:00 pm

(Com Broadcast e Reuters)

Comentarios


bottom of page