top of page

CEO da Binance começa a testar “Prova de Reserva” e assusta o mercado

Chanpeng “CZ” Zhao, CEO da Binance, assustou o mercado nesta segunda-feira (28) ao mover 127 mil unidades de bitcoins, ou US$2 bilhões no momento da transação. O movimento foi notado antes pelo perfil Whale Alert, que capta grandes movimentações onchain.





Pouco depois, o CEO foi ao Twitter acalmar os investidores. CZ comenta que a movimentação, feita pela própria corretora, tem o intuito de provar ao auditor que a Binance realmente controla aquela carteira e detém a quantia apontada nos livros.


“Isso faz parte da Auditoria de Comprovação de Reserva. O auditor exige que enviemos uma quantia específica para nós mesmos para mostrar que controlamos a carteira. E o resto vai para um Change Address, que é um novo endereço. Nesse caso, o Input tx é grande, assim como o Change. Ignore FUD!”, diz.


O sistema de “Prova de Reserva” da corretora foi lançado nesta última sexta-feira, e tem como objetivo estimular uma maior transparência entre as corretoras, principalmente após o ocorrido com a FTX.


Entretanto, existem usuários que acreditam que o sistema não é suficiente. Para o CEO da Kraken, Jesse Powell, sem a intervenção de um auditor para mostrar os passivos, o sistema não passa de uma “besteira sem um auditor para garantir que você não inclua contas com saldos negativos”, conforme diz.


A Bitso, também tece críticas ao sistema e estabeleceu seu próprio, chamado de “Prova que Importa”. A corrida pela transparência vem tomando a narrativa do mercado após o colapso da segunda maior corretora do mundo.


por: Money Times


Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.


bottom of page