top of page

Elon Musk obtém aprovação para colocar chip de computador no cérebro humano: O que é a Neuralink?

A recente aprovação da FDA chega em meio à crescente pressão dos legisladores dos EUA pedindo aos reguladores que investiguem possíveis problemas com o painel que supervisiona os testes em animais em Neuralink.



A Neuralink, a empresa de implantes cerebrais fundada por Elon Musk, alcançou um marco significativo com a luz verde da Food and Drug Administration (FDA) dos EUA para iniciar seu primeiro estudo clínico em humanos. Esta aprovação marca um ponto de virada crítico para a Neuralink, que enfrentou desafios anteriores na obtenção de autorização regulatória.


Desde 2019, Musk expressou sua antecipação por testes em humanos do implante cerebral de Neuralink, que tem o potencial de lidar com condições graves como paralisia e cegueira. No entanto, apesar da criação da empresa em 2016, não foi até o início de 2022 que a Neuralink iniciou o processo de aprovação da FDA. Lamentavelmente, a agência rejeitou sua inscrição, de acordo com informações compartilhadas por sete funcionários atuais e antigos com a Reuters em março.


A FDA levantou várias preocupações que precisavam ser resolvidas antes de conceder autorização para ensaios em humanos, conforme revelado pelos funcionários. Essas preocupações giraram em torno da bateria de lítio do implante, da potencial migração de fios dentro do cérebro e da extração segura do dispositivo sem causar danos ao tecido cerebral.


A recente aprovação da FDA chega em meio à crescente pressão dos legisladores dos EUA que instam os reguladores a investigar possíveis problemas com o painel que supervisiona os testes em animais em Neuralink, o que pode ter levado a experimentos apressados e falhos. Neuralink já foi objeto de investigações federais, com o Inspetor-Geral do Departamento de Agricultura dos EUA conduzindo uma investigação sobre possíveis violações da Lei de Bem-Estar Animal a pedido de um promotor federal. A investigação também examinou a supervisão do USDA sobre Neuralink.


Embora a aprovação da FDA seja um passo significativo, Neuralink esclareceu em um tweet que ainda não está pronto para um ensaio clínico. A empresa reconheceu os esforços colaborativos entre sua equipe e a FDA, enfatizando a importância desse marco para pavimentar o caminho para que sua tecnologia beneficie vários indivíduos no futuro.


O que é Neuralink?

A Neuralink é uma empresa de neurotecnologia fundada por Elon Musk em 2016. Seu principal objetivo é desenvolver interfaces cérebro-computador implantáveis (BCIs) que possam estabelecer uma conexão direta entre o cérebro humano e computadores ou outros dispositivos externos. A visão da empresa é melhorar a cognição humana e potencialmente mitigar distúrbios neurológicos, fundindo a inteligência humana com a inteligência artificial.


Os implantes cerebrais da Neuralink, muitas vezes referidos como "laço neural", consistem em fios minúsculos e flexíveis embutidos com eletrodos que são inseridos no cérebro. Esses tópicos permitem a gravação de alta resolução e a estimulação da atividade neural. Os dados coletados do cérebro podem ser transmitidos sem fio para dispositivos externos para análise ou controle.


As possíveis aplicações da tecnologia da Neuralink são abrangentes. Tem como objetivo ajudar indivíduos com condições neurológicas, como paralisia, lesões na medula espinhal e várias formas de comprometimento sensorial. Ao estabelecer uma conexão direta entre o cérebro e dispositivos externos, a Neuralink busca restaurar as funcionalidades perdidas e melhorar a qualidade de vida geral.


Além disso, a Neuralink prevê um futuro em que suas interfaces cérebro-computador permitam uma comunicação perfeita entre humanos e máquinas. Isso inclui melhorar as habilidades cognitivas, facilitar o processamento mais rápido da informação e permitir a interação direta com computadores ou ambientes virtuais.


Pranav Dixit Business Today

1 Comment


ana0018ana
ana0018ana
May 28, 2023

Incrível o que vem pela frente.

Like
bottom of page