top of page

Petrobras (PETR4) diz que dividendos estão previstos, e que não se endivida para pagá-los

A Petrobras (PETR3; PETR4) esclareceu na noite de domingo (28) que o pagamento de dividendos extraordinários está previsto na Política de Remuneração ao Acionista, aprovada pelo conselho de administração. Além disso, a estatal assegurou que não contrai dívida para pagar proventos.


Segundo a companhia, sua dívida está “em trajetória decrescente, com redução de US$ 5,3 bilhões em relação ao terceiro trimestre de 2021”. Em 30 de setembro de 2022, a dívida bruta da petroleira era de US$ 54,3 bilhões.


A Petrobras ainda lembra que a dívida bruta, o nível de caixa e os dividendos estão alinhados ao que estava previsto no Plano Estratégico da Petrobras de 2022-2026. “Não há represamento de projetos por restrição orçamentária e todos os compromissos estão sendo cumpridos”, afirmam.



Por fim, a companhia reitera seu compromisso com a prática de preços competitivos e em equilíbrio com o mercado, ao mesmo tempo em que evita o repasse imediato das volatilidades externas e da taxa de câmbio causadas por eventos conjunturais.

O posicionamento da estatal é resposta às recentes notícias veiculadas na mídia em torno do pagamento de dividendos.


por: Money Times


Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.


コメント


bottom of page