top of page
  • Foto do escritoriZZi-Bot

Por que jovens americanos ricos preferem investir em ativos alternativos?

A resposta para a pergunta acima é: para alcançar retornos acima da média. Quem detectou essa tendência foi o Bank of America, em um recente estudo sobre o comportamento dos investidores.



A pesquisa mostrou que a preferência por ativos alternativos pode estar relacionada à falta de confiança na classe de ativos tradicionais, que possuem maior volatilidade e tradicionalmente rendem menos do que os ativos alternativos.


Isso resultou em uma perda de confiança no mercado de ações, por exemplo. Faz sentido. Em 2022, até 14 de outubro, o S&P 500, principal índice da bolsa americana, despencou mais de 25%.


Isso fez com que 75% dos jovens afirmassem que é impossível alcançar retornos acima da média investindo em ações e títulos.

Se comparados com ativos alternativos, que a rentabilidade costuma ser acima de 18% ao ano, e com pouca ou nenhuma volatilidade... os ativos tradicionais acabam mesmo sendo menos atrativos.


A importância dos ativos alternativos foi confirmada por outra instituição renomada do mercado financeiro: JP Morgan.


Em seu estudo “Guide to Alternatives”, o banco de investimentos mostrou que ter até 30% do portfólio em ativos alternativos reduz a volatilidade da carteira e aumenta a rentabilidade. Essa realidade é válida para investidores conservadores, moderados e arrojados.


Aqui no Brasil, até pouco tempo investir em ativos alternativos era restrito apenas às grandes fortunas. Porém, desde 2017, o acesso a este tipo de investimento ficou muito mais fácil.


Hoje, você consegue investir em ativos alternativos a partir de R$ 1 mil com a Hurst Capital, o maior ecossistema de ativos alternativos da América Latina.

Quando o assunto é diversificação, na Hurst é possível escolher ativos de tipos variados: ativos judiciais/precatórios, ativos imobiliários, royalties musicais, obras de arte, criptoativos e até investimentos em cinema.


Além de poder participar de operações com projeções de rentabilidade muito acima do mercado, variando de 18% até mais de 200% ao ano – neste caso nos investimentos arrojados em criptomoedas.


por INVESTING

Comments


bottom of page