top of page

Positivo (POSI3) corre risco de sair do Ibovespa, dizem analistas; IRB (IRBR3) está na mira

Uma nova rodada de prévias da nova carteira do Ibovespa está para começar.


O próximo rebalanceamento do índice que é referência na Bolsa brasileira ocorrerá em 2 de janeiro de 2023. Antes disso, a B3 (B3SA3) apresentará três prévias, com a primeira programada para sair já na próxima semana, dia 1º de dezembro.


A XP Investimentos e o Itaú BBA divulgaram suas expectativas para a atualização.

Ambas as instituições projetam uma saída e nenhuma entrada.


A ação que está no olho do furacão é a Positivo (POSI3).

Segundo a XP, a ação da empresa de tecnologia é uma candidata com alta probabilidade de sair do Ibovespa, uma vez que o Índice de Negociabilidade (IN) do papel superou o limite de 90% por uma margem ampla, segundo simulações da corretora.


Embora o cenário-base da XP considere só a saída da Positivo, a corretora indica dois outros papéis que correm o risco de ficar de fora do índice também, a depender da negociação das ações até 29 de dezembro.


⚠️ QUER LER MAIS, CLIQUE NO LINK ABAIXO, É GRÁTIS ⚠️

⬇︎ ⬇︎ ⬇︎ ⬇︎ ⬇︎ ⬇︎ ⬇︎ ⬇︎ ⬇︎ ⬇︎



O primeiro é a Eztec (EZTC3), que está com o IN abaixo, mas próximo do limite de 90%.

O segundo é o IRB (IRBR3), que corre o risco de ser classificada como penny stock (ação com preço médio abaixo de R$ 1).

“Por enquanto, o valor médio do papel está em R$ 1,07”, destaca a XP, com base no preço em 17 de novembro de 2022, de R$ 0,81).


Perto de entrar

O Itaú BBA acredita que o mais provável é que não aconteçam inclusões no rebalanceamento. Porém, destaca que CBA (CBAV3), Auren (AURE3) e Movida (MOVI3) estão próximas de entrar no índice.


Do outro lado, embora veja como mais provável que a Positivo seja retirada nesta atualização, o BBA comenta que Eztec, Ecorodovias (ECOR3) e CSN Mineração (CMIN3) estão perto do limite de exclusão.

Se as estimativas das instituições forem confirmadas – ou seja, nenhuma entrada e uma exclusão -, o número de papéis no Ibovespa cairá de 92 no último rebalanceamento para 91.


A B3 divulga regularmente três prévias das novas composições dos índices: a primeira no primeiro pregão do último mês de vigência da carteira em vigor; a segunda no pregão seguinte ao dia 15 do último mês de vigência da carteira em vigor e a terceira no penúltimo pregão de vigência da carteira em vigor.


Money Times

bottom of page