top of page

Radar do Mercado 24/10/22

O IBOVESPA fechou com desvalorização de 3,27%, aos 116.013 pontos, e com volume financeiro de R$ 24,81 bilhões.


Na mínima, o índice recuou 3,45%, aos 115.793 pontos.



No noticiário local, mercado acompanha a última semana da corrida eleitoral, com segundo turno no próximo domingo (30). Do exterior, pressão da Ásia após a divulgação de indicadores econômicos da China e com a confirmação de Xi Jinping para seu terceiro mandato, com apoiadores mais leais.


Banco do Brasil ON #BBAS3 -10%, Petrobras ON #PETR3 -9,89% e #PETR4 -9,20%, após valorização na última semana e com cenário eleitoral. A Petrobras também divulga hoje, após o fechamento, relatório de produção e vendas no 3T22.


O petróleo WTI caiu 0,5% e o brent teve baixa de 0,25%.


IRB teve baixa de 8,5%, após informar prejuízo de R$ 164 milhões em agosto, ante lucro um ano antes.


Copel PNB #CPLE6 +4,5%. O governador do Paraná, Carlos Massa Ratinho Jr., disse que não tem planos de levar a Copel à privatização, mas indicou que pode rever a posição em uma eventual mudança de cenário.


Suzano +3,5%. A americana Kimberly-Clark está perto de vender ativos na América Latina e Suzano é a favorita na disputa, segundo o Valor. A empresa também foi elevada para overweight pelo J.P.Morgan.


Em NY, Dow Jones avançou 1,34%, S&P 500 +1,19% e Nasdaq +0,86% com expectativas com resultados corporativos. (Marcelle Gutierrez, mesa RV)


BTG | Radar do Mercado

Comentarios


bottom of page